O que é a CBDC

Fundada em 20 de Janeiro de 1984 com o nome de Associação Brasileira de Desportos para Cegos – ABDC, passou a ter a nomeação de Confederação Brasileira de Desportos para Cegos – CBDC em 15 de dezembro de 2005, após aprovação em Assembléia Geral Extraordinária realizada na cidade de Campinas/SP.
Dirigir, fomentar e desenvolver o desporto de cegos e deficientes visuais no Brasil, representando-o nacional e internacionalmente. Esta é a missão da Confederação Brasileira de Desporto para Cegos (CBDC), uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, que congrega entidades de/para cegos, atletas cegos e portadores de deficiência visual e técnicos esportivos, constituindo-se em uma Entidade de Administração Nacional do Desporto. É reconhecida pela Legislação brasileira como uma entidade de caráter confederativo, além de ser a única organização nacional afiliada à International Blind Sports Federation – IBSA, sendo responsável pela representação do Brasil nos eventos organizados por esta. 
Atualmente, é deresponsabilidades da CBDC a gestão e o desenvolvimento de seis modalidades esportivas: atletismo, futsal, goalball, judô, natação e xadrez. Este trabalho é desempenhado em diversas frentes, como participação e conquista de campeonatos internacionais; promoção de um calendário nacional de competições; treinamento e reciclagem de profissionais; efetivação de parcerias com o poder público, iniciativa privada, instituições de ensino e outras organizações da sociedade civil e um trabalho intenso junto a mídia.
Essas ações possibilitam a inclusão social de inúmeras pessoas, ao difundir a prática esportiva pelos cegos em diferentes partes do Brasil e viabilizando a inserção destes atletas no calendário internacional.

Objetivos

· Massificar a prática esportiva
· Desenvolver o desporto de rendimento
· Fomentar e desenvolver o desporto escolar
· Garantir e exercer a representatividade nacional e internacional
· Contribuir na formação do atleta cidadão
· Envolver a família e a sociedade em geral
· Qualificar profissionais das áreas técnicas administrativas
· Divulgar o desporto praticado por atletas cegos e deficientes visuais.

História

A idéia de criar uma organização que pudesse coordenar o esporte para cegos no Brasil teve seu passo inicial em 1980, quando aconteceram os Jogos das Apaes, no Sul do país. Mas foi em 1981, na realização do Campeonato Nacional de Desportos para Deficientes Físicos, em Curitiba, PR, que o projeto amadureceu.Nos anos de 1982 e 83 diversos campeonatos de futebol para cegos foram realizados, acelerando assim a fundação da CBDC. Em 19 de janeiro de 1984, em uma sessão do Conselho Nacional de Desportos-CND, ocorreu a Assembléia definitiva para efetivação da entidade. 
As instituições consideradas pioneiras do movimento que participaram dessa reunião foram as seguintes: Centro Desportivo de Deficientes do Estado do Rio de Janeiro-CEDEVERJ, RJ; Serviços de Assistência São José Operário-SASJO, RJ; Associação dos Deficientes do Paraná-ADEVIPAR, PR; União de Cegos Dom Pedro II -UNICEP, ES; Sociedade Luis Braile-SELB, ES e Associação Catarinense para a Integração do Cego-ACIC, SC.

Presidentes e vice-presidentes:

1984 – Os primeiros escolhidos para a presidência da CBDC foram Aldo Micolis (presidente) e Mário Sérgio (vice-presidente), com mandatos provisórios.

1988 – Em agosto ocorreram as primeiras eleições da entidade, quando Vital Severino Neto e Mário Sérgio foram eleitos para presidente e vice respectivamente.

1991 – César Antônio Gualberto ficou responsável pela nova presidência, mas em dezembro de 1992 renunciou ao cargo. 

1993 – Em março foi nomeada uma comissão provisória que ficou sob o comando da organização.

Em assembléia. Foi em agosto que Vital Severino Neto foi eleito novamente para a presidência e Mário José Ferreira, vice-presidente. 

1996 – pela terceira vez Vital foi eleito presidente, tendo como seu vice David Farias Costa. Em 2000 Vital deixa a presidência e posteriormente, em 2001, é eleito presidente do Comitê Paraolímpico. Interinamente David assumiu o cargo de março de 2000 a janeiro de 2001.

2001 – David é eleito presidente em fevereiro, tendo como vice Benedito Franco Leal. A atual estrutura administrativa da CBDC foi reeleita em março de 2005 para seu segundo mandato.